IT Forum 365
Chatbots

Machine Learning: 5 empresas que já estão utilizando no Brasil

O uso da tecnologia está se ampliando no varejo, oferecendo formas de melhorar a experiência do cliente e seu relacionamento com marcas

Machine Learning é um sub-ramo da Inteligência Artificial que permite aos sistemas aprenderem e preverem resultados com o mínimo de intervenção do ser humano. Em substituição aos algoritmos, utiliza dados, buscando padrões e associações, e efetua cálculos de probabilidade.

Ficção científica? Não, Machine learning não é algo do futuro, mas um recurso poderoso a serviço de organizações em todo o mundo. No Brasil, empresas já estão usando essa tecnologia para melhorar sua performance e atender melhor seus consumidores.

Selecionamos 5 cases de empresas nacionais que já estão utilizando Machine Learning para demonstrar o que esse recurso pode fazer por sua marca.

Poupatempo, Governo do Estado de São Paulo – Poupinha

O simpático Poupinha atende milhares de pessoas diariamente no portal de serviços público do Poupatempo. Desde sua implantação, em dezembro de 2016, o chabot trocou mais de 100 milhões de mensagens com usuários do sistema, ajudando-os a agendar serviços voltados à emissão de documentos.

Ao fazer o pré agendamento, as pessoas garantem maior agilidade e organização ao órgão público e menos transtornos aos cidadãos.

Magazine Luiza – Atendente virtual

Visando atender a grande demanda de pós-venda, o Magazine Luiza criou a atendente virtual batizada de Lu, apta a atuar durante 24 horas por dia. A chatbot chega a compreender gírias e erros de português, para facilitar a comunicação entre máquina e cliente.

Ela consegue rastrear entregas, solicitar emissão de segunda via de boleto e nota fiscal, verificar status do pedido e informar o endereço da loja em que o produto comprado pode ser retirado. Tudo isso sem depender de interface humana para consulta.

Casas Bahia – chatbot, o Bahianinho

Mostra aos clientes de modo fácil os produtos em oferta, tendo como base escolhas feitas por eles anteriormente. Em 2017, no período de Black Friday, o bot foi essencial para atender usuários e ganhou novas funcionalidades, entre elas receber ofertas dos produtos favoritos ou ter acesso a todas elas e mais: informações sobre o cartão Casas Bahia e anúncios fraudulentos ou vagas de trabalho.

Só na semana de Black Friday, milhares de usuários ativos conversaram com Bahianinho, sendo que 70% deles se engajaram na conversa.

Alcoólicos Anônimos – chatbot, Amigo Anônimo

Ao completar 70 anos de existência, o Alcoólicos Anônimos usou a tecnologia de machine learning para introduzir um recurso do futuro no Messenger Facebook. Usando esse canal, é possível atender pessoas que desejam identificar características de alcoolismo.

O Amigo Anônimo conta histórias de pessoas dependentes do álcool e convida o ouvinte a uma reflexão sobre a própria história. Na etapa seguinte, o bot informa os 12 passos para a recuperação e, mediante um botão de chamada para ação, indica os grupos de apoio mais próximos, usando a localização fornecida pelo dispositivo. Completa os serviços do simpático Amigo, um botão de emergência para pessoas que tiveram recaída.

Polícia Federal – investigações

Trabalhando em conjunto com a Agência Antidrogas dos Estados Unidos, a Polícia Federal brasileira desvendou um grande mistério e impediu a prática de crimes variados.

Tudo começou quando encontraram 200 imagens do simpático e famoso desenho japonês “Hello Kitty” no computador de Juan Carlos Abadia, traficante colombiano. Desconfiando do verdadeiro interesse de um criminoso pela personagem infantil, decidiram usar os recursos de machine learning para examinar as imagens.

Com base nas imagens originais da gatinha, o programa identificou arquivos adulterados utilizando o processo de esteganografia, a chamada escrita escondida. Eram alterações sutis em alguns pixels das imagens, inserindo mensagens de texto com ordens para movimentação de drogas, sequestros e até assassinatos.

Esses exemplos evidenciam o potencial que o machine learning possui, mas sua utilização vai além. É possível efetuar cruzamento de dados para detectar e prevenir fraudes, falhas em equipamentos, tratamento de invasão de redes e muito mais. A tecnologia também pode ajudar a melhorar a experiência dos consumidores, inclusive em relação à entrega dos produtos adquiridos.

Toda empresa, inclusive a sua, pode utilizar os avançados recursos proporcionados por machine learning. Pode-se começar de modo simples e ampliar a utilização à medida que os resultados positivos forem percebidos.

E você? Já começou a pesquisar como implementar Machine Learning no seu negócio?

Comentários

Notícias Relacionadas

IT Mídia S.A.

Copyright 2018 IT Mídia S.A. Todos os direitos reservados.